This is default featured slide 1 title

This is default featured slide 1 title

You can completely customize the featured slides from the theme theme options page. You can also easily hide the slider from certain part of your site like: categories, tags, archives etc. Mais »

This is default featured slide 2 title

This is default featured slide 2 title

You can completely customize the featured slides from the theme theme options page. You can also easily hide the slider from certain part of your site like: categories, tags, archives etc. Mais »

This is default featured slide 3 title

This is default featured slide 3 title

You can completely customize the featured slides from the theme theme options page. You can also easily hide the slider from certain part of your site like: categories, tags, archives etc. Mais »

This is default featured slide 4 title

This is default featured slide 4 title

You can completely customize the featured slides from the theme theme options page. You can also easily hide the slider from certain part of your site like: categories, tags, archives etc. Mais »

This is default featured slide 5 title

This is default featured slide 5 title

You can completely customize the featured slides from the theme theme options page. You can also easily hide the slider from certain part of your site like: categories, tags, archives etc. Mais »

 

Vaso Rachado

Vaso rachado, azeite vazando.

“Vai, porque este é para mim um vaso escolhido para levar o meu nome” (Atos 9. 15ª).

Introdução

Hoje em dia muitos querem fazer grandes coisas em nome do Senhor, às vezes o buscam de coração e se enchem do Espírito Santo, porém, um pequeno descuido e lá está ela… A brecha; acabam deixando vazar o azeite de seu vaso e não alcançam seus objetivos.

Esta narrativa tem como objetivo ilustrar momentos em que o homem cheio do Espírito Santo pode ficar vazio.

 

I

  1. a) O que é o vaso?

R: É o nosso coração.

 

  1. b) O que é a brecha?

R: Ficar despercebido e dar lugar ao inimigo.

 

  1. c) O que é o azeite?

R: É a presença do Espírito Santo, sua unção e a Palavra.

 

II

Jeremias recebeu um convite especial, descer à casa do Oleiro (Jr 18. 1).

Ali ele teve à chance de conhecer como somos nas mãos de Deus, e se algo em nós que somos vasos, está quebrando nossa vida, Deus está disposto a refazer…

Porém, a brecha no vaso passa muitas vezes quase que despercebida, Neemias era homem que não tolerava brecha alguma (Ne 6. 1).

Neste mesmo exemplo devemos estar vigilantes para não perdermos o azeite.

 

Brecha na Murmuração

Por causa a murmuração o povo de Israel não pôde ver a Terra Prometida (Ex 17. 3), e esse mal às vezes nos impede de permanecer com o azeite em nosso vaso. Se analisarmos a história da viúva (II Rs 4. 1 – 7), acharemos uma mulher que ainda que acabara seu sustento, não deixou acabar o azeite em sua vasilha, ainda havia azeite (talvez pouco), mas tinha, sua necessidade era multiplicar aquele azeite.

Se pararmos para analisar, encontraremos uma lição importante nesta questão, uma das maiores serventias do azeite era fornecer luz, e está escrito: “Lâmpada para os meus pés é a tua Palavra e luz, para o meu caminho” (Sl 119. 105), faltou o feijão, a carne, o arroz, o trigo, faltou tudo, menos luz na casa dela.

Seus filhos não batiam de frente uns com os outros, nem tropeçavam pois naquela casa havia luz, sua necessidade era como a de todo crente que se sente fraco pelas tribulações, multiplicar o azeite. Apesar de sentir-se fraca não deixou de edificar sua casa, pois era sábia (Pv. 14. 1).

Ainda que o crente passe necessidade não deve deixar que a brecha da murmuração rache seu vaso, diremos como o Profeta Habacuque: “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatados, e nos currais não haja vacas, todavia, eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha vida” (Hc 3. 17 e 18), ou como Paulo: “Sei passar necessidade, posso tudo naquele que me fortalece” (Fp. 4. 12 e 13), ou ainda, como o crente de hoje: “Ainda que não tenha trabalho, o fruto da geladeira minta, a panela no fogão sem gás esteja vazia, Deus proverá e continuaremos dando graças a Deus em tudo” (I Ts 5. 18).

 

Brecha no Sono

Sansão era como podemos dizer: Vaso forte, sua força através do Espírito Santo era impressionante (Jz. 14. 6). Porém deixou que um abismo chama-se outro em sua vida; observe as brechas que ele deixou:

► Procurou mulher no meio dos Filisteus (Jz 14. 1)

► Comeu de corpo morto, sendo ele Nazireu lhe era proibido (Jz 14. 8)

► Esteve com uma prostituta (Jz 16. 1)

► Dormiu no colo de uma mulher endemoninhada, revelou seu segredo com Deus (Jz 16. 17 – 21)

 

Por fim, o azeite já havia vazado, o vaso forte rachou, ele abriu à brecha do sono, antes estava tosquenejando, agora está pensando estar cheio (Jz 16. 20).

Resultado: perdeu a força, a visão, virou motivo de risadas e por fim morreu (Jz 16. 21 – 30).

Várias são as vezes que a bíblia nos desperta a acordar (Is 52. 1; Ef 5. 14), para a brecha do sono não nos pegar, nos chama a atenção quando Êutico (At 20. 9), abriu em sua vida essa brecha.

1 – Estava na janela: nem dentro, nem fora, entre um pensamento e outro. Muitos não sabem se ficam no mundo ou na igreja.    

2 – Não estava ligado na palavra que Paulo pregava: Muitos não ouvem a palavra e acabam caindo e morrendo, tal como aconteceu com ele, porém teve sua chance de reviver pelo poder de Deus. Muitos têm essa chance e não querem.

 

Brecha na Falar

À Bíblia diz que nosso falar deve ser sim, sim; não, não (Mt 5. 37), que devemos ser tardios no falar (Tg 1. 19), pois a língua pode incendiar uma floresta (Tg 3. 5), uma palavra fora do sim e não do Senhor pode abrir a… brecha em no nosso vaso, a boca fala do que o coração está cheio (Mt 15. 18), se falarmos palavras torpes (Ef 4. 29) o azeite já vazou a muito tempo.

Pedro era um homem cheio de defeitos, porém certo momento de sua vida se encontrou perto de Jesus, cheio de azeite e declarou para o Mestre: “Tu és o Messias, Jesus diz a ele que o Pai o revelou”, porém em um pequeno momento ele se precipitou em suas palavras e disse: Mestre poupa-te a Ti mesmo.

Resultado: Jesus repreende nele um demônio

 

Vamos rever a cena de Mateus 16, em versículos.

► Versículo 16 a resposta: Tu és o Messias, o filho do Deus vivo.

Obs.: Ele dá lugar ao Espírito Santo.

► Versículo 17 Jesus lhe diz: Não te revelou a carne e o sangue mais meu Pai que está no céu. Obs.: Não é porque eu tenho revelações e visões, que não posso ter brecha da palavra precipitada em minha vida.

► Versículo 22 a precipitação: Senhor, tem compaixão de Ti; de modo nenhum te acontecerá isso.

► Versículo 23 a repreensão do Mestre: Para traz de mim satanás que me serves de escândalo. Obs.: Deu lugar a Deus em um instante e deu brecha ao inimigo em outro.

Às vezes uma brecha pode parecer pequena, mas pode se tornar o suficiente para perdermos a salvação!

 

Vaso Escolhido

Para ser vaso escolhido, não basta somente ter chamada, pois muitos são chamados e poucos escolhidos (Mt 22. 14) é necessário pagar o preço para obter o azeite, veja na passagem das 10 virgens, como 5 delas não queriam pagar o preço ao ir comprá-lo, ao invés disso, esperavam pelo azeite das outras (Mt 25. 1 – 13), igual ao crente que não ler a bíblia, não ora e só vive correndo atrais de revelamento e visagem. Porém ao analisarmos a vida de Paulo, que era vaso escolhido (At 9. 15), encontramos o exemplo de alguém que sabe pagar o preço do azeite, veja o resultado, até em seus lenços e aventais tinha azeite (At 19. 12).

 

Quero fazer a separação de três tipos de vasos.

► Vasos de flores – Belo exteriormente, porém, no seu interior só tem barro e raiz. É o crente que exteriormente é uma benção, mas no seu interior tem o barro que enterra a morte espiritual e a raiz da amargura e do rancor.

► Vaso sanitário – Pode lavá-lo, colocar produtos de cheiro agradável, porém, o seu propósito é somente receber em seu interior as piores coisas. É o crente que por mais que lave com as palavras seu interior só quer receber pecado.

► Vaso de azeite – Aparência simples e o seu forte está no seu interior (o azeite). É o crente que ainda que ninguém de nada por ele, está cheio do Espírito Santo.

 

Vaso Enganado

Em Mateus 7. 21 – 23, encontramos um povo que é pentecostal, expulsa demônios, mas viver em iniqüidade. Houve um jovem que semelhante a eles estava assim (Mc 10. 21), era rico e cumpria os mandamentos, mas não amava o seu próximo, amava a riqueza e a glória desse mundo.

Porém, está escrito: “Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem, nesse mundo, aborrece a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna”. (Jô 12. 25)

Que sejamos vasos de honra para guardar o azeite precioso que recebemos (II Tm 2. 21; Ap 3. 11).

 Brecha na Ira

“Ira” é desejo de vingança, o pecado perto está dela, pois está escrito: “Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira. Não deis lugar ao diabo” (Ef 4. 26,27).

Em Números 20. 7 – 13, vemos como Moisés perdeu seu controle emocional ao irar-se, conclusão não entrou na Terra Prometida (Dt 34. 4).

O segredo de não deixar vazar o azeite.

Em Eclesiastes 9. 8, está escrito: “Em todo tempo sejam alvas as tuas vestes, e nunca falte óleo sobre a sua cabeça”. Concluímos que ao resistirmos o pecado (que mancha nossa roupa) e nos purificando no sangue de Jesus (Ap 22. 14) o azeite nunca vai vazar, não haverá brecha no nosso coração e seremos cheios do Espírito Santo.

“E foram cheios do Espírito Santo” (At 2. 4).

(Elaborado pelo Pb Henrique Peres Peixoto)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *